Viajar com o dispositivo de terapia do sono

Mulher de phones nos ouvidos viaja de avião no lugar da janela, enquanto sol entra pela mesma

Quer seja para umas férias há muito necessárias ou para uma viagem de trabalho, viajar pode ser cansativo – especialmente sem a sua terapia que lhe proporciona uma boa noite de sono.
É importante continuar a sua terapia nas férias. Continue a ler para obter dicas e ferramentas úteis sobre como fazer as malas e viajar com a sua terapia PAP. Boa viagem!

Preparação para as férias

Quer esteja a acampar, a fazer uma viagem de carro ou a viajar para o estrangeiro, este pequeno vídeo dar-lhe-á informações úteis sobre como transportar e utilizar o seu dispositivo enquanto está fora.

O que deve saber antes de partir?

ícone número um

Tomar nota de informações úteis

Uma carta do médico que certifique que necessita de terapia e respectivos parâmetros de tratamento prescritos.
Uma nota sobre todos os detalhes adicionais do seu tratamento, como pressão, tipo e tamanho da máscara.
Os contactos do seu médico, prestador de cuidados e empresa de cuidados respiratórios domiciliários.
Os dados do seguro de saúde, incluindo o número da sua apólice e os contactos do fornecedor.
A Carta de Conformidade para Viagens com Equipamentos Terapêuticos da ResMed, em como está em conformidade com a Administração Federal da Aviação dos EUA (Federal Aviation Administration, FAA), para que possa levar o seu dispositivo consigo enquanto estiver em viagem.

ícone número dois

Verificar se o dispositivo tem bateria

Pelo menos duas semanas antes de viajar, peça permissão à companhia aérea para utilizar o seu dispositivo durante o voo. Se lhe derem permissão por escrito, lembre-se de levar consigo uma cópia da carta/e-mail.
Se viajar durante a noite noutros meios de transporte (por exemplo, comboio), entre em contacto com o operador ou com a agência de viagens com antecedência para perguntar se é possível ligar o seu dispositivo de terapia.
Verifique se vai precisar de um adaptador especial de alimentação para utilizar o seu dispositivo num avião ou noutro meio de transporte, e não se esqueça de levar um consigo! A ResMed tem disponíveis conversores para que possa utilizar o seu dispositivo com uma fonte de alimentação de 12 V ou 24 V de CC num carro, barco ou noutro veículo com bateria adequada. Precisa de um? Contacte a sua empresa de cuidados respiratórios domiciliários Se uma fonte de alimentação adequada não estiver disponível, considere a utilização de um conjunto de baterias.

ícone número três

Levar peças de substituição adequadas

Leve consigo uma almofada extra para a máscara, para que a possa repor se for necessário, uma vez que poderá ter dificuldade em encontrar uma que seja adequada no estrangeiro.

Coloque também na sua mala as toalhitas de viagem para manter a sua máscara e equipamento limpos enquanto viaja.

ícone número quatro

Ter cuidado com a humidificação

Por favor, NÃO utilize um humidificador convencional num avião. A turbulência pode fazer com que entorne água e danifique o seu dispositivo. O sistema AirMini Humid X, que não necessita de água, pode ser utilizado em aviões.
Certifique-se de que não há água na câmara de humidificação antes de colocar o dispositivo na mala.

Conselhos de viagem com a terapia

O que tem de saber antes de ir?

Pode contactar o seu prestador de cuidados de saúde para obter aconselhamento sobre a resolução de problemas técnicos com o seu dispositivo. As equipas da ResMed também estão à disposição para ajudar e pode contactá-las por correio eletrónico.

A conetividade sem fios é desactivada enquanto os dispositivos estão no Modo de Avião e a transmissão de dados estará, portanto, temporariamente indisponível. Se estiver no estrangeiro ou a utilizar o Modo de Avião durante um período prolongado, poderá querer informar a sua clínica do sono de que não deve esperar receber quaisquer dados do seu dispositivo enquanto estiver ausente.

Normalmente, sim. A placa de características do dispositivo de terapia pode especificar 50-60Hz, mas a fonte de alimentação dos dispositivos mais recentes é normalmente compatível com a fonte de alimentação de 110V ou 400Hz dos aviões. No entanto, poderá ter de utilizar um adaptador específico para ligar à tomada eléctrica a bordo. Informe-se sempre junto da companhia aérea antes de viajar.

Não, os scanners de raios X não danificarão o seu dispositivo¹. No entanto, a segurança pode precisar de ver uma carta do seu médico a confirmar que está a transportar equipamento médico, pelo que é uma boa ideia tê-la sempre à mão.

Sim, o seu dispositivo CPAP, APAP ou binível deve funcionar num país estrangeiro. No entanto, as tomadas eléctricas diferem de país para país, por isso certifique-se de que leva consigo um adaptador de ficha adequado. Os adaptadores podem ser comprados na maioria das lojas de eletrónica e de viagens, bem como nos aeroportos. Se vai estar no estrangeiro durante um longo período de tempo, pode querer dizer à sua clínica do sono que não deve esperar receber quaisquer dados do seu dispositivo enquanto estiver fora.

Sono saudável, viagens confiantes

Este ebook gratuito para viagens com o dispositivo está repleto de informações práticas sobre viagens com o PAP. Desde comboios a aviões e caravanas, cobrimos tudo. Transfira-o agora e deixe-se sonhar com a sua próxima viagem – bem dormida, apesar de estar longe de casa!

Viajar com o seu dispositivo de PAP
Imagem da capa do ebook
Está a planear viajar de navio cruzeiro, comboio, autocarro ou avião?
Imagem do interior do ebook Viajar com o seu dispositivo
Lista de verificação para viagens
Imagem do interior do ebook Viajar com o seu dispositivo

Referências:

  1.  Compatibility of airport x-ray scanners with ResMed devices. Data on file ID A4726587.